terça-feira, 20 de dezembro de 2011

O SANTO SACRIFÍCIO DA MISSA



" Salvador do mundo, salvai-nos, Vós que nos libertastes pela Cruz e Ressurreição"

Retirado do livro Santa Missa Mistério de Nossa Fé, Pe. Franscisco Rudroff, 1912 - 1995/ Anápolis, 31 de julho de 1996.


A Missa é a renovação do sacrifício do Calvário. Nela, Cristo morre de novo, incruenta e misticamente, para nossa salvação.

Não tem o menor cabimento, quando Cristo morre misticamente, renovando o sacrifício da cruz, haver aplausos, simulações de dancinhas, baterias, guitarras e outras inovações que vieram do protestantismo.

Logo, na Missa, é um absurdo criar um ambiente festivo, pois a Missa não é festinha de aniversário.

Relembrando: São Pe. Pio disse em uma entrevista. (http://www.capela.org.br/Missa/padrepio.htm)

Meu filho, estamos na Cruz, e a Missa é uma contínua agonia.




A Santa Missa não é uma festa. É um Santo Sacrifício. É a renovação do Sacrifício da Cruz, do Sacrifício do Calvário. E no Calvário, diante de Cristo Crucificado, ninguém dançou, ninguém bateu palmas ou fez festa: todos ficaram em silêncio, num momento de interiorização, de profunda relação com Deus. Se crê que a Eucaristia é a renovação do Sacrifício de Cristo, não se pode admitir que a Missa seja uma festa”.


4 comentários:

  1. A missa é a festa da nossa libertação.O respeito e a adoração é dentro de cada um de nós.O cristão deveria receber formação para aprender a valorizar o que é de DEUS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo.
      Se a Igreja ensina que e a atualização do calvário, quem e vc para dizer o contrário?
      Me desculpe a aspereza, mas e muita prepotência sua desdizer aquilo que a Igreja ensina.
      És mais sábio (a) que a Igreja?

      Excluir
  2. A missa é o sacrifício da Nova e Eterna Aliança! Quando participamos da Santa Missa, estamos participando do sacrifício do calvário, sacrifício incruento,instituido por Jesus como nova forma de adoração a Deus Pai. Participa dela, os anjos, os santos e Nossa Senhora( com São João, ela fica no altar). Portanto, a santa missa não é uma festa,não é lugar de bater palmas,de danças,de conversas...

    ResponderExcluir
  3. Sabe qual e o problema?
    Vivemos um catolicismo a nosso modo,sem sequer estudar o que iGreja ensina.
    Atualmente estamos vivendo a lema paz e amor na Igreja.
    Onde supostamente o que importa e o coração.
    Mentira.
    Devemos obedecer cada bula,cada encíclica.
    Sejamos catolicos de verdade não apenas meia boca.

    ResponderExcluir