segunda-feira, 2 de julho de 2012

Trigésima-Sexta Rosa - Liberta de satanás




Liberta de satanás

Em 1578, uma mulher em Ambers vendeu-se ao diabo e assinou um contrato com o seu próprio sangue. Logo após se arrependeu e desejou consertar seu erro por causa deste terrível contrato. Então, procurou um bom sábio confessor que aconselhou-a a procurar o Padre Henrique, um dos Padres da Irmandade Dominicana, que era o diretor da Confraria do Rosário naquela cidade, a fim de pedir para se alistar e que a ouvisse em confissão.

Foi ao seu encontro, mas encontrou não o Padre Henrique, mas o demônio disfarçado de um Padre Dominicano. Este a repreendeu impiedosamente e disse-lhe que não esperasse jamais receber do DEUS Todo-Poderoso, novamente enquanto vivesse, e que não havia qualquer maneira que pudesse restituir seu contrato. Isto lhe causou profunda tristeza, mas não perdeu as esperanças na misericórdia de DEUS e procurou o Padre Henrique, só que tornou a encontrar o demônio pela segunda vez, sendo repreendida de novo. Voltou uma terceira vez, e por fim, pela Providência Divina, encontrou o Padre Henrique em pessoa, o sacerdote que ela estava procurando, então ele a tratou com grande bondade, pedindo-lhe que se jogasse sob a misericórdia de DEUS Todo-Poderoso e que fizesse uma boa confissão. Recebeu-a na Confraria e disse que rezasse o Rosário frequentemente.

Um dia, enquanto o Padre Henrique estava celebrando a Missa por ela, Nossa Senhora forçou a satanás para que devolvesse o contrato que ela tinha assinado. Desta forma, ele foi liberta de satanás pela autoridade de Maria por meio da devoção ao Santíssimo Rosário.


40º Capitulo - Extraído do Livro "O Segredo do Rosário" São Luiz M. Grignion de Montfort

Nenhum comentário:

Postar um comentário