sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Por que usar saia abaixo dos joelhos?


Por que usar saia abaixo dos joelhos?
Muitas pessoas, mesmo católicas, não compreendem por que as moças que buscam viver a modéstia no vestir, sempre usam saias somente abaixo dos joelhos, pensam que é um exagero! Bom, esta tirinha mostra exatamente por que.
No quadro nº 01 vemos que a personagem está vestindo uma saia um pouquinho acima dos joelhos, um pouquinho apenas. Muitos até consideram este tamanho modesto, pois está mostrando praticamente apenas os joelhos.
Pois bem, olhe agora para o quadro Nº02. Quando o personagem senta, a saia imediatamente sobe para se ajustar ao corpo, e isso faz com que as coxas fiquem à mostra. Podemos ainda dizer que essa saia é modesta? Ou que está de bom tamanho? Não duvido que alguém o diga, mas a pessoa que quer viver o pudor e a modéstia com honestidade vai concordar que esta saia está curta sim! E a moça que insistir em vestir saias neste comprimento deverá ter a consciência de que poderá estar colocando almas em perigo.
Agora no quadro Nº03 vemos que a personagem está vestindo uma saia comportada com o comprimento um pouco abaixo dos joelhos. Além de mais compridinha, ela não é justa, e ao sentar-se, ela não subirá, mas ao contrário, descerá cobrindo ainda mais as pernas (vide quadro Nº04).
Vestida assim, com pudor e modéstia, a moça não colocará a si mesma, nem o próximo em perigo, além de que estará até mais confortável.
Vou encerrar deixando aqui o testemunho de Santa Perpétua narrado pelo Santo Padre Pio XII:

“Lemos na “Passio SS Perpetuae et Felicitatis” – com justiça considerada uma das maiores obras da literatura cristã – que no anfiteatro de Cartago, quando a martir Víbia Perpétua, jogada para o alto por uma vaca selvagem, caiu no chão, seu primeiro pensamento e ação foi arrumar o vestido de modo a cubrir sua coxa porque ela estava mais preocupada com a modéstia do que com a dor.” S.S.Pio Xll – Alocução as Moças da Ação Católica
Salve Maria!
Maria Bastos

6 comentários:

  1. Para moças que não conhecem Deus com uma maior intimidade, ao ler este texto, acharão uma "besteira". Mas quem procura viver um namoro santo sabe da necessidade de andar com roupas comportadas. Garotas, não provoquem os seus namorados. Pois, por mais que sejam "de Igreja", ela ainda são Homens. O quanto mais se preservar mais estarás preservando o teu namoro e o teu corpo que é templo do Espírito Santo.

    ResponderExcluir
  2. Podemos entender o que significa pudor neste artigo. Todos nós sentimos necessidade de mostrar aquilo que insinua algo para os outros, mas as mulheres possuem muito mais atrativos para os olhos e imaginação dos homens. A mulher de hoje é seduzida e quase que forçada a mostrar seu corpo através do modismo e, pior, educada para colocar em evidência aquilo que é belo. Diante disso, os homens se perdem na quantidade de sedução que estão ao seu alcance. Então, o belo ficou banalizado e o pecado ronda com mais força.

    ResponderExcluir
  3. Moças Católicas leiam com atenção esta mensagem e procurem ler o testemunho de Santa Perpétua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cobra das mulheres, e os homens onde muitas vezes andam sem blusa nas ruas. Até mesmo de cueca em certos lugares.

      Excluir
  4. Acho que ao ver está tirinha nem precisaria de explicação.Eu nunca curti roupas curtas e apertadas por diversas razões,nem sei como pessoas conseguem viver desta forma e ainda mais conhecendo a palavra de Deus (não quero julgar só é uma opinião minha).

    ResponderExcluir
  5. É cultural...os pais precisam aprender a ter firmeza e certeza do que passam ao seus filhos...Na casa de meus pais eu sempre perguntava ao meu pai se eu estava bonita e ele afirmava que sim, eu não era vulgar, mas achava que havia roupas para cada ocasião...hoje sei que o cristão não deve seguir modas...e não me sinto confortável de ver minha filha usar roupas da moda,contrariando as falas de minha mãe...como eu e minha mãe não tínhamos um bom relacionamento eu confiava em meu pai e saía do jeito que estava. Hoje me arrependo, pois as minhas roupas não falavam da vida cristã interior que eu tinha e queria muito viver, me afastava de pessoas boas e me aproximava das pessoas mundanas. O jovem que vive na igreja não enxerga a malícia como os adultos e pessoas mundanas, é preciso que os pais tenham opiniões iguais para orientar os filhos.

    ResponderExcluir