domingo, 3 de fevereiro de 2013

Pensamentos de Santa Teresinha - Fevereiro


Resumiremos a cada mês os excertos do livro
"Pensamentos de Santa Teresinha"

Mais informações sobre a venda do nosso livro clique aqui!
 
Mês de Fevereiro


1. O Senhor quer ter aqui na terra a sua corte, como no alto; quer anjos apóstolos. (11ª carta a Celina) 

2. Chama Deus a quem lhe apraz e não já a quem lho merece. (Historia de uma alma c.I)

3. A alegria não se encontra nos objetos que nos rodeiam; reside no mais interior da alma e tanto a podemos gozar no fundo de um tenebroso calabouço com num palácio régio. (Historia de uma alma, c.VI) 

4. Ó Verbo, ó meu Salvador! Tu és a minha Águia, a quem eu amo e que me atrai; és tu que baixando á terra do exílio, quisestes padecer e morrer para arrebatar todas as almas e abismá-las bem no seio da Trindade Santíssima, eterno foco de amor. (Historia de uma alma)

5. Ó Jesus, quem poderá descrever a ternura e suavidade com que dirigis a minha alma tão pequenina. (Historia de uma alma, c XI) 

6. Ó Jesus, meu divino Esposo, conservai-me imaculada a veste do meu batismo!Levai-me deste mundo antes manche a minha alma com a mais leve culpa voluntaria.

7. Que as criaturas nada sejam para mim e eu nada para elas! Que nenhuma coisa desta terra logre perturbar minha paz. (Historia de uma alma, c.VIII) 


8. O Criador do universo espera salvar a oração de uma pobre almazinha para salvar uma multidão de almas remidas como ela com o preço do seu preciso sangue. (12ª carta a Celina)

9. A cruz me segue desde o berço; mas esta cruz Jesus mas fez amar apaixonadamente. 

10. Tanto nas coisas pequeninas como nas maiores, o nosso misericordioso Deus dá cento por um, mesmo neste mundo, ás almas que tudo deixaram por seu Amor! (Historia de uma alma, c. VIII)

11. Haverá alegria superior á de sofrer vosso amor? Mais intenso é o sofrimento, e menos aparece aos olhos das criaturas e mais vos leva a sorrir-vos, ó meu Deus!(Historia de uma alma, c IX) 

12. Como eu tenho compaixão das almas que se perdem!É tão fácil desgarrar-se pelas sendas floridas deste mundo! (Historia de uma alma, c.IV)

13. É preciso praticar as pequenas virtudes. Muitas vezes é difícil, mas Deus não recusa jamais a primeira graça que dá coragem de se vencer; si a alma a ela corresponde, imediatamente acha luz. (Conselhos e Lembranças) 

14. Parece-me que a humildade é a verdade. Não sei si sou humilde, mas só sei que digo a verdade em todas as coisas. (Conselho e Lembrança)

15. Si for do agrado de Deus, de boa mente consinto em que se prolongue por muitos anos a minha vida de sofrimentos da alma e do corpo. (Historia de uma alma, c IX) 

16. O sol alumia igualmente o cedro e a florinha; assim também o Astro Divino acalenta cada uma das almas em particular, tanto as grandes como as pequeninas e vai tudo acomodado para seu bem particular. (Historia de uma alma, c, I)

17. Havemos em mim grande propensão para o bem aliada com a boa dose de amor próprio, bastava que me dissessem uma vez: “Isto não vai bem assim.. tal coisa não se faz”, para que me passasse a vontade de a fazer. (Historia de uma alma, c I) 

18. Para se chegar a ser santo, é necessário sofrer muito, ambicionar sempre o que há de mais perfeito e esquecer-se de si mesmo.

19. Meu Deus! Não quero ser santa mediana, quero sê-lo deveras; não me amedronta ter de governar a minha vontade: tomai posse dela, pois escolho tudo o que vós quereis. (Historia de uma alma, c I) 

20. Havia me habituado a nunca me queixar quando me tiravam o que era meu, preferindo, outro sim, calar-me em vez de me desculpar, si me acontecia ser acusada injustamente; e o fazia naturalmente, sem que houvesse nisto merecimento algum da mina parte.

21. Persuadi-me de que alegria sem nuvens de tristeza só no céu se pode gozar. (Historia de uma alma, c IX) 

22. Não é insensível o meu coração e sendo como é, capaz de sofrer muito, quero por isto mesmo oferecê-lo a Jesus para todos os gêneros de sofrimentos que Ele possa suportar. (Historia de uma alma, c IX)

23. Quem só espera sofrimento, chega até a estranhar o mais pequenino gozo. 

24. O sofrimento se converte na mais intensa alegria para quem procura como se procura um precioso tesouro. (Historia de uma alma, c IX)

25. A verdadeira caridade consiste em suportar todos os defeitos do próximo, em não estranhar as suas fraquezas, em tirar das suas virtudes, por pequeninas que sejam assunto de edificação. (Historia de uma alma, c IX) 

26. Bem o sabeis, meu Deus, outra coisa nunca desejei que não seja unicamente amar-vos, nem outra gloria ambiciono.(Historia de uma alma, cX)

27. Não conheço senão um meio para se chegar á perfeição: O amor. Amemos, pois nosso coração não foi feito senão para isto. (Cartas á prima Maria Guerin) 

28. Não há senão uma coisa a fazer neste mundo: amar a Jesus e salvar-lhe almas, para que Ele seja amado. (6ª carta a Celina) Ah! Que enchente de paz inunda a alma que se alevanta acima dos sentidos rasteiros da natureza. (Historia de uma alma, cIX)

Fonte:

Um comentário:

  1. Muito bom esse blog, muito obrigado pelas postagens, Deus vos guarde no amor e na humildade sempre, e na pequenez de Santa Terezinha...

    ResponderExcluir