quinta-feira, 14 de novembro de 2013

As Sete Portas do Inferno - Sexta Porta - O Protestantismo


Excerto do Livro
Pe. Guilherme Vaessen
Livro de 1953

Sexta Porta do Inferno
O Protestantismo



O protestantismo é inimigo jurado da nossa Santa Religião. Nega os dogmas mais santos: o Santo Sacrifício da Missa, a Confissão, a Comunhão, a maior parte dos sacramentos, a existência do purgatório, a instituição Divina da Igreja, a autoridade do Papa, a legitimidade do culto dos santos. Neste particular vai até a caluniar aos católicos, dizendo que adoram os santos, as imagens. Não, mil vezes não! Não adoramos os santos. Adoramos só a Deus. Quanto aos santos, nós os honramos, pedimos sua proteção junto de Deus. Honramos as imagens como sendo os retratos dos santos. Que mal haverá nisso? Não podemos honrar o retrato de um pai, de uma mãe, de um benfeitor, colocá-lo em nossa sala, no lugar de honra? Se Deus, outrora, proibiu aos judeus que tivessem imagens, é porque os judeus habitavam no meio de idólatras e estavam expostos a cair na idolatria. Foi uma medida disciplinar e passageira. Aliás, o mesmo Deus deu ordem a Moisés que adornasse a arca com imagens de anjos. Se os protestantes não têm outra coisa que nos exprobrar, calem-se; esta acusação cobre-os de ridículo.
É inegável a existência do perigo protestante no Brasil.
Não se deve, porém, temer exageradamente o protestantismo porque ele tem contra si a promessa feita por Cristo à sua Igreja e porque de sua natureza tende a se desagregar, dividir e multiplicar-se. Todas as tentativas de união serão sempre uma paródia da verdadeira união de fé. Ademais o Brasil nasceu, cresceu e vive ainda sob o bafejo santo da Igreja Católica e não quer ser ingrato às bênçãos celestes, simbolizadas pela constelação bendita do Cruzeiro do Sul. Não se deve, portanto, exagerar o perigo protestante.
Mas, doutra parte, não deve ser desprezado ou descurado.
A fé, na verdade, foi prometida à Igreja e não às nações; estas, como os indivíduos, a podem perder; e não padece dúvida que o protestantismo é um sério perigo que poderá ser grave se não se empregarem os remédios aptos e convenientes.
Não se devem desprezar os protestantes, porque são nossos irmãos transviados e cegos. Nem é tática bélica desprezar o inimigo, ainda que aparente fraquezas.
Se não se deve exagerar nem diminuir o perigo, é preciso considerá-lo em seu justo limite.
Daí a necessidade de um estudo leal e ponderado sobre as forças e elementos do protestantismo no Brasil. Quanto maior for o estudo, tanto melhor será o combate.
Devemos combater os protestantes:
Com grande caridade, muita paciência e ardente zelo pela sua conversão; com constante e sólida instrução, do povo nas verdades reveladas; com a prática das virtudes cristãs e com a frequência dos sacramentos; advertindo os fiéis dos enganos; dando bom exemplo; com o sacrifício e orações fervorosas para que todos sejam uma só coisa (Jo 17, 22).
O protestantismo foi fundado por Lutero. Quem era Lutero? Um frade que, depois de passar muitos anos no convento, deixou a vida religiosa, deixou seu hábito e... casou. Com quem? Com uma freira, chamada Catarina, que ele mesmo tirou do convento. Lutero viveu e morreu na crápula, na orgia, no escândalo. Julgai se Deus pode suscitar semelhante apóstolo para reformar a Igreja ou fundar uma nova religião.
Não discutamos com protestantes, não vamos ao seu culto, nem por curiosidade. Não leiamos suas bíblias, seus folhetos. É pecado mortal ter consigo uma bíblia protestante. Tudo isso expõe nossa fé a naufragar.

Fonte:

8 comentários:

  1. "É pecado mortal ter consigo uma bíblia protestante"... quem disse isso o papa? kkkkkk cuidado acender velas pra estatuas e ajoelhar pra elas tb é, sem falar colocar seres humanos no mesmo patamar de honra que HaShem DEUS,artigo vergonhoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E Deus falou todas estas palavras:
      "Eu sou o Senhor, o teu Deus, que te tirou do Egito, da terra da escravidão.
      "Não terás outros deuses além de mim.
      "Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra.
      Não te prostrarás diante deles nem lhes prestarás culto, porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que castigo os filhos pelos pecados de seus pais até a terceira e quarta geração daqueles que
      Êxodo 20:1-5

      Excluir
    2. Então orou Ana, e disse: O meu coração exulta ao SENHOR, o meu poder está exaltado no SENHOR; a minha boca se dilatou sobre os meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação.
      Não há santo como o Senhor; porque não há outro fora de ti; e rocha nenhuma há como o nosso Deus
      1 Samuel 2:1,2

      Excluir
    3. E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus.
      Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele.
      Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.
      Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?
      Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.
      O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.
      Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo.
      O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim étodo aquele que é nascido do Espírito.
      Nicodemos respondeu, e disse-lhe: Como pode ser isso?
      Jesus respondeu, e disse-lhe: Tu és mestre de Israel, e não sabes isto?
      Na verdade, na verdade te digo que nós dizemos o que sabemos, e testificamos o que vimos; e não aceitais o nosso testemunho.
      Se vos falei de coisas terrestres, e não crestes, como crereis, se vos falar das celestiais?
      Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem, que está no céu.
      João 3:1-13

      Excluir
    4. Para o protestante anônimo que se acha o dono da verdade, aqui eu vou postar um livro que põe o protestantismo em seu devido lugar. http://www.obrascatolicas.com/livros/Apologetica/legitimainterpreatacaodabiblia.pdf

      Excluir
  2. Slm 135:15-17 Os ídolos dos gentios são prata e ouro, obra das mãos dos homens. Têm boca, mas não falam; têm olhos, e não vêem, Têm ouvidos, mas não ouvem, nem há respiro algum nas suas bocas.

    ResponderExcluir
  3. Em Levítico, agora no capítulo 26, em seu versículo primeiro, diz assim: “Não fareis para vós outros ídolos, nem vos levantareis imagens de escultura nem coluna, nem poreis pedras com figuras na vossa terra, para vos inclinardes a ela, porque eu sou o Senhor, vosso Deus”.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir