quarta-feira, 2 de abril de 2014

Renovação Carismática Católica - Semente de Destruição - Parte XIV


Falsas concepções a respeito da Igreja.
         Sua Missão. 
            Os Carismáticos alegam que a missão da Igreja é o louvor. "O Louvor é a raison d'être da Igreja" (Andy O'Neill).
            Embora seja o louvor, inegavelmente e certamente algo que o homem por justiça deve ao seu Criador, isso dificilmente pode ser considerado a "razão" sine qua non, pela qual Jesus cristo instituiu sua Igreja. Pelo contrário, Nosso Senhor não fundou a Igreja de forma alguma para ter o seu próprio "fã-clube". Ele a fundou de forma a perpetuar sua obra de Redenção por todos os séculos dos séculos. Assim explicam os Padres do I Concílio Vaticano em sua Primeira Constituição Dogmática ( Pastor Aeternus):
"O Eterno Pastor e Bispo de nossas almas ( I Pedro 2:25) de modo a tornar perene a obra salvífica da redenção, quis edificar a Santa Igreja de  modo em que na casa do Deus Vivo, todos os fiéis pudessem ser abrigados e unidos pelo elo de uma única Fé e caridade."
            Esse ensinamento  do Magistério da Igreja claramente contradiz à falsa noção dos Carismáticos a respeito da missão da Igreja e detona a base ecumênica do inteiro movimento.
Embora, inegavelmente, o propósito último de cada ação externa da S.S Trindade seja o crescimento da glória de Deus, o propósito imediato da fundação da Igreja foi aplicar os frutos da redenção a todos os homens. "A santificação do homem através da comunicação da Verdade, dos Mandamentos e das graças de Cristo é o propósito imediato da Igreja".( Fundamentals of Catholic Dogma- Lwdwig Ott).
            Objetivamente falando, a glória de Deus se mostra ainda mais resplandescente por causa desse ato; subjetivamente falando, o homem deseja louvá-lo ainda mais ardentemente como consequência. Essa confusão entre algo subjetivo e algo objetivo é uma das marcas registradas da RCC e a raiz de toda a confusão é devido ao fenomenalismo.
Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário