terça-feira, 15 de julho de 2014

A cruz do bom ladrão


Salomão diz que tudo o que se passa neste mundo é nada e aflição de espírito. Ninguém há neste mundo que possa evitar a cruz e os sofrimentos; mas os ímpios e pecadores estão ligados à cruz e às tribulações contra vontade; e por sua impaciência tornam essas cruzes inúteis; têm sentimentos de estima de si mesmos semelhantes aos do mau ladrão; por este meio unem as suas cruzes às deste malvado e os seus prêmios serão iguais.

O bom ladrão transformou sua má cruz na cruz de Jesus Cristo. Certamente os trabalhos, as injúrias, as tribulações, que recebemos são cruzes de ladrão e merecemo-las, devemos pois dizer humildemente, como o bom ladrão: "Recebemos em nossos sofrimentos a que merecemos por nossos pecados." É assim que por nossa humildade transformaremos a cruz de ladrão em cruz de cristão verdadeiro. Unamos, pois com o bom ladrão, a nossa cruz de pecador a cruz daquele que nos salvou; e por esta amorosa e devota união dos nossos sofrimentos e à Jesus Cristo, entraremos como o bom ladrão na sua amizade e no paraíso.

(São Francisco de Sales) 

Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário