segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

O Moço rico

jesus_filhoDirigindo-se a Jesus, pergunta-lhe:
- Bom Mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna?
- Se queres salvar-te, cumpre os mandamentos, isto é, não matarás, não cometerás adultério, não furtarás, não dirás falso testemunho, honrarás teu pai e tua mãe e amarás ao próximo como a ti mesmo.
- Tôdas essas coisas tenho observado desde pequeno; que é que me falta ainda?
- Para sêres perfeito, vende tudo quanto tens, reparte-o pelo pobres, e terás um tesouro no céu. Depois, vem a mim e segue-me.
- Eu, Mestre?- Sim; virás comigo; andarás de cidade em cidade, de uma aldeia a outra.
- Sim, Mestre, é belo!
- Teus vestidos terão, como os meus, o pó vermelho dos caminhos. Comerás, como os meus discípulos, o pão vindo da esmola… Por enquanto, vai, vende o que possuis e, pobre e humilde, vem comigo, e não penses mais no teu amanhã.
- Mas, Mestre, é tão difícil…
- Achas?… Vai rico e volta pobre, eis tudo…
- Mestre, tenho palácios… mobilias finas… arcas cheias de pedras preciosas… possuo vinhas, rebanhos… Mestre, sou rico, mas quero salvar-me, quero o céu… Dize-me, Senhor, ainda uma vez, que deverei fazer?
- Vai, vende tudo; dá-o aos pobres e volta pobre; e segue-me.
- Mestre…
- Já vais?
- Mestre, adeus…
- Adeus, môço…
Com os ombros curvados, olhando para o chão, o môço retira-se vagarosamente… Está triste…
O Mestre, também, triste e pensativo, suspira:
- Como é difícil entrar um rico no reino de Deus! Infelizes os que se apegam às riquezas!…
João, ouvindo isso, pergunta:
- Senhor, quem poderás salvar-se?
- O que para os homens é impossível, para Deus não o é!
O môço rico vai caminhando, lentamente. Parece carregar todo o pêso do mundo. Na curva do caminho, pára, olha para trás, como quem se despede de uma felicidade perdida…
Depois, estuga o passo e… desaparece
Tesouro de Exemplos – Pe. Francisco Alves
Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário