sexta-feira, 7 de julho de 2017

PRIMEIRA SEXTA-FEIRA DO MÊS DE JULHO DEDICADA AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS - MÊS DO PRECIOSÍSSIMO SANGUE DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO



«Vinde a Mim, todos os que andais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei.»
(Santa Gertrudes de Helfta [1256-1301], monja beneditina Exercícios 7)

A Ti, que por mim fizeste tão grandes e belas coisas, que me obrigaste a ficar ao teu serviço para sempre, que Te darei por tão grandes benefícios? Que louvores, que ações de graças poderia oferecer-Te, ainda que me gastasse mil vezes? O que sou eu, pobre criatura, em comparação contigo, que és a minha abundante redenção? Assim, pois, oferecer-Te-ei por inteiro a minha alma que Tu resgataste, entregar-Te-ei o amor do meu coração. Sim, transporta a minha vida em Ti, leva-me toda inteira em Ti e, encerrando-me em Ti, faz com que eu seja uma única coisa contigo.

Ó amor, o teu ardor divino abriu-me o doce coração do meu Jesus. Ó coração fonte de doçura, coração transbordante de bondade, coração superabundante de caridade, coração de onde corre, gota a gota, a benevolência, coração cheio de misericórdia [...], coração tão amado, peço-te que absorvas todo o meu coração em ti. Pérola preciosíssima do meu coração, convida-me para o teu festim que dá vida; serve-me os vinhos da consolação [...], a fim de que as ruínas do meu espírito se encham da tua caridade divina, e de que a abundância do teu amor supra a pobreza e a miséria da minha alma.

Ó coração amado acima de todas as coisas [...], tem piedade de mim. Suplico-Te que a doçura da tua caridade dê coragem ao meu coração. Que, pela tua bondade, as entranhas da tua misericórdia se comovam a meu favor; porque os meus deméritos são numerosos, e nulos são os meus méritos. Meu Jesus, que o mérito da tua morte preciosa, que foi o único que teve o poder de compensar a dívida universal, me redima de todo o mal que fiz [...]; que ele me atraia a Ti de maneira tão poderosa, que, totalmente transformada pela força do teu amor divino, eu encontre graça a teus olhos. [...] E concede-me, querido Jesus, que Te ame só a Ti em todas as coisas, que a Ti me ligue com fervor, que espere em Ti e não coloque limites à minha esperança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário