sábado, 21 de julho de 2018

AMIGAS QUE ESCOLHERÁS A DEDO (AS LEITURAS)



Quais são? As páginas dos livros que queres ler. Pois a influência dessas amigas é terrível. Próprio é da amizade encontrar semelhantes ou fazê-los tais. É ilusão pensar a senhorita que um livro não lhe fará mal, ainda que mau seja. Devagar, ela tornar-se-á cúmplice de certas atitudes citadas no livro, depois acertar-lhe-á  as idéias, lhe aprovará as descrições. Finalmente, entregar-lhe-á ao livro com ele já entregou à sua leitora.
E então acontece, aquilo que Perreyve chama de “magno ilogismo”. Vemos muita leitora ser amiga de livros, conviver com eles, quando não teria coragem se ser amiga e conviver com… os autores desses livros. O autor passa por ser inconveniente por causa das coisas que escreve. Entretanto, essas coisas que ele escreveu tornam-se íntimas confidentes da candíssima leitora! A moça escusa-se de uma má companhia, porque o povo falaria dessa duvidosa companhia. Fecha a porta da sua casa a tal pessoa, mas aceita-lhe o livro mau de que é autor!
Queres a amizade de umas páginas? Aceita aquelas que te fazem melhor, que te entusiasmam por um nobre e possível ideal, que te levam para mais perto de Deus. Se te causam o contrário, larga-as. Não são de Deus; vêm do demônio. Disse Lacordaire: “É o demônio que inspira todos os livros que não são inspirados por Deus“.
Indaga primeiro se o livro merece tua intimidade. Pois que é a leitura senão uma íntima conversa, de alma a alma, no silêncio de um canto, à luz de uma lâmpada, à noite clama? Mesmo que tua melhor amiga viesse te apresentar uma pessoa desconhecida, não a aceitarias logo de coração escancarado, não lhe poria nas mãos todas as chaves de teus cofres. E por que és tão sem cerimônia em aceitar e ler, em relatar e em recomendar as páginas de um livro?! – Outra coisa: reflete bem na responsabilidade que assumes, quando aconselhas um livro a uma amiguinha. Ficarás responsável pelo mal que lhe provier da leitura.
Audi Filia! – Pe. Geraldo Pires de Souza

Fonte:
http://catolicosribeiraopreto.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário