sexta-feira, 18 de maio de 2018

Catecismo Ilustrado - Parte 39 4º Mandamento de Deus: Honrar pai e mãe



Catecismo Ilustrado - Parte 39

Os Mandamentos

4º Mandamento de Deus (continuação): Honrar pai e mãe

1. Este mandamento obriga também os pais de alguma coisa para com os filhos. Devem os pais: 1º educar bem os filhos cristãmente com palavras e bom exemplo; 2º procurar-lhes os alimentos e modo de vida; 3º castigá-los em suas faltas sem aspereza nem demasiada severidade.

2. O primeiro dever dos pais é amar a todos os seus filhos igualmente com ternura cristã e sem fraqueza. Devem considerar os filhos como um tesouro que Deus lhes confiou e do qual lhes há de pedir rigorosa conta.

3. Dizemos que os pais devem educar cristãmente os filhos, isto é, devem ensinar-lhes as orações e os principais mistérios da religião; mandá-los à catequese e a uma escola cristã onde recebam uma instrução religiosa; levá-los a amar a Deus e a evitar o pecado; fazer-lhes cumprir as suas obrigações religiosas.

4. Os pais devem procurar aos filhos um modo de vida conforme a sua condição econômica e posição social, e não devem opor-se à vocação dos filhos. Não devem desejar para os filhos senão o que Deus quer, como no-lo mostra a resposta de Jesus à mãe dos Apóstolos João e Tiago. “Então se aproximou dele a mãe dos filhos de Zebedeu, com seus filhos, prostrando-se, para Lhe fazer um pedido. Ele disse-lhe: "Que queres?. Ela respondeu: Ordena que estes meus dois filhos se sentem no Teu Reino, uma à Tua direita e outro à Tua esquerda". Jesus disse: “Não sabeis o que pedis. Podeis beber o cálice que Eu hei de beber? Eles responderam-Lhe: “Podemos”. Disse-lhes: "Efetivamente haveis de beber o  Meu cálice, mas, quanto a sentar-se à Minha direita ou à Minha esquerda, não pertence a Mim concedê-lo; será para aqueles para quem  está reservado por Meu Pai.
Os outros dez, ouvindo isto, indignaram-se contra os dois irmãos. Mas Jesus chamou-os e disse-lhes; "Vós sabeis que os príncipes das nações as subjulgam e que os grandes as governam com autoridade. Não seja assim entre vós, mas todo aquele que quiser ser entre vós o maior, seja vosso servo, e quem quiser se enre vós o primeiro, seja vosso escravo. Assim como o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a Sua vida para resgate de  todos" (Mat XX, 20-28)
5. Quando dizemos que os pais devem castigar os filhos, entendemos que os pais devem vigiar o comportamento dos filhos, repreendê-los e castigá-los quando fizerem o mal, sem aspereza e com a única intenção de emendá-los.

6. Pela obrigação do bom exemplo entendemos que o pai e a mãe devem cumprir com os seus deveres religiosos: a oração, a assistência à Missa, a frequência dos Sacramentos, e evitar tudo quanto poderia levar os filhos ao pecado, como as blasfêmias, murmurações, palavras desonestas e de zombaria contra a religião.

Explicação da gravura

7. Divide-se a gravura em cinco partes. Vemos no meio Santa Ana ensinando a ler a Santíssima Virgem ainda menina. Vê-se São Joaquim, pai da Virgem, contemplando-A com paternal ternura.

8. No ângulo superior à direita está representada Branca de Castela ensinado o seu filho São Luís de França (S. Luís IX) a rezar e dizendo-lhe: “Meu filho, antes quero ver-te morto do que a cometer um pecado mortal”.

9. No ângulo esquerdo vê-se um senhor que obriga o filho a pedir perdão a um pobre, que não respeitara.

10. Na parte inferior vemos o sumo sacerdote Heli castigado por Deus, por ele não ter castigado os filhos cujo mau comportamento afastava o povo do serviço do Senhor. Os filhos dele, Ophni e Phiné foram mortos numa batalha contra os Filisteus. Recebendo o a fatal notícia, o pai caiu e quebrou a cabeça nos degraus do seu trono.

Leia todos os artigos pelo link abaixo;
https://osegredodorosario.blogspot.com.br/2017/07/catecismo-ilustrado.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário