quarta-feira, 7 de abril de 2021

7 armas poderosas para o combate espiritual

 





Estamos em uma batalha espiritual por nossa alma e precisamos "vestir a armadura de Deus"

São Paulo escreveu em sua carta aos Efésios: “Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares” (Efésios 6, 12).

É uma verdadeira guerra espiritual, e o diabo deseja muito nos afastar de Deus, para nos conduzir à ruína eterna.

Aqui está uma lista de 7 armas poderosas para o combate espiritual que a Igreja nos incentiva a usar.

1. Confissão de pecados

A confissão de pecados é a principal maneira que temos de pôr fim à nossa vida de pecado e começar um novo caminho. Não é por acaso que o diabo tentou implacavelmente assustar São João Vianney para longe de ouvir as confissões de pecadores obstinados.

2. Receber a Sagrada Comunhão

O sacramento da Sagrada Eucaristia é ainda mais poderoso para afastar a influência do diabo. Isso faz todo o sentido, pois a Sagrada Eucaristia é a presença real de Jesus Cristo, e os demônios não têm absolutamente nenhum poder diante do próprio Deus.

3. Entregar-se à Virgem Maria

Segundo o exorcista italiano pe. Sante Babolin, “enquanto invocava com insistência a Santíssima Virgem Maria, o diabo respondeu-me: ‘não aguento mais Aquela (Maria) e também não te suporto mais.’”

4. Colocar-se sob a intercessão de São José

Pe. Donald Calloway afirma essa conexão, mostrando como São José desempenhou um papel central na vida do Beato Bartolo Longo, um ex-devoto do demônio. Calloway explica que Bartolo tornou-se “muito dedicado a São José, orava a ele todos os dias e gostava particularmente de seu título de ‘Terror dos Demônios’. Bartolo tinha um amor tão grande por São José dizia a todos para recorrer ao santo em sua luta contra tentações de qualquer tipo.”

5. O Escapulário

De acordo com uma história, um dia o escapulário de São Francisco caiu. Antes que ele recolocasse, o diabo uivou: “tire este hábito que rouba tantas almas de nós!” Então Francisco fez o diabo admitir que há três coisas os demônios mais temem: o Santo Nome de Jesus, o Santo Nome de Maria e o Santo Escapulário do Carmelo”.

6. Ter um hábito diário de oração

Satanás ama a desordem e fará tudo o que puder para interromper nossa vida de oração. É por isso que é vital estabelecer uma rotina de oração em que não se reze apenas quando se lembra, mas também em horários e durações determinados. Desta forma, mostramos a Deus nossas prioridades e expulsamos Satanás de nossas vidas.

7. Permanecer humilde

É uma atitude reconhecida há dois mil anos: humildade, fé, oração, receber os sacramentos (missa, confissão), viver uma vida cristã em conformidade com o Evangelho, fazer obras de caridade e perdoar os inimigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário