quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Nona Rosa - Inimigos


Inimigos


                É muito mau, e de fato injusto para com outras almas, impedir o progresso da Confraria do Santo Rosário. DEUS Todo-Poderoso tem severamente punido muitos daqueles que desprezam e se movem para destruir a Confraria.


                Mesmo tendo DEUS posto Seu Selo de aprovação sobre o Santo Rosário, através de muitos milagres, e apesar de várias Bulas Papais que foram escritas a fim de o aprovar, há inúmeras pessoas que são contra o Santo Rosário, hoje. Estes libertinos e aqueles que difamam a religião ora condenam o Rosário oram tentam arrancar da Confraria, seus fiéis.


                É fácil ver que eles absorvem o veneno do inferno e que eles são inspirados pelo diabo, pois ninguém pode condenar a devoção do Santo Rosário sem assim condenar tudo que é santíssimo na Fé Católica, tal como a Oração do SENHOR, (PAI Nosso) a Saudação Angélica (Ave Maria) e os mistérios da vida, morte e glória de JESUS CRISTO e de Sua Santíssima Mãe.


                Estes libertinos que não podem suportar ver outros a rezarem o Rosário, geralmente caem num estado de heresia tal, que nem o percebem e passar a odiar o Rosário e seus santos mistérios. Combater as Confrarias é afastar-se de DEUS e da verdadeira piedade, pois Nosso SENHOR mesmo nos prometeu que Ele está sempre no meio daqueles que estiverem juntos em Seu nome. Nenhum bom católico deveria esquecer-se das grandiosíssimas indulgências que a Santa Madre Igreja concede as Confrarias. Finalmente, o dissuadir outros de ingressarem na Confraria do Rosário é tornar-se inimigo das almas, porque o Rosário é um meio certo  de se curar do pecado e de abraçar uma via cristã.

                São Boaventura (em seu Saltério) disse que aquele que despreza Nossa Senhora perecerá em seus pecados e será condenado: “Aquele que a nega, morrerá em seus pecados”. Se tal é a pena por tê-la desprezado, quão grande deve ser o castigo para aqueles que de fato tiram os fiéis de suas devoções!

13º Capitulo - Extraído do Livro "O Segredo do Rosário" São Luiz M. Grignion de Montfort

Nenhum comentário:

Postar um comentário