domingo, 11 de dezembro de 2011

Décima-Quinta Rosa - A Ave Maria


    A Ave Maria

    A Saudação Angélica é tão celestial, tão mística e incompreensível a nós em sua profundidade de significado que o Bem-aventurado Alano de La Roche acreditava que nenhuma criatura humana comum pudesse compreendê-la, e somente Nosso Senhor e Salvador JESUS CRISTO, que nasceu da Santíssima Virgem Maria, pode realmente explicá-la.

    Deve sua excelência em primeiro lugar a Nossa Senhora a quem foi dirigida, à finalidade da Encarnação do VERBO pelo qual esta oração foi trazida do Céu, e, também ao Arcanjo Gabriel que foi o primeiro a pronunciá-la.

    A Saudação Angélica é o mais ocioso sumário que toda a teologia Católica nos ensina a respeito da Virgem Santíssima. Ela é dividida em duas partes, uma de louvor e a outra de petição: a primeira mostra tudo quanto constitui a verdadeira grandeza de Maria e a sunga tudo que necessitamos pedir a ela e tudo o que podemos esperar receber de sua bondade.

    A SANTÍSSIMA TRINDADE nos revelou a primeira parte e a segunda acrescentada por Santa Isabel foi inspirada pelo ESPÍRITO SANTO. A Santa Madre Igreja deu-nos a conclusão no ano de 430, quando condenou a heresia Nestoriana no concílio de Éfeso, e definiu que a Santíssima Virgem é verdadeiramente Mãe de Deus. A partir do então, ela nos ordenou que rezássemos à Nossa Senhora através de seu glorioso título, dizendo: “Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora, e na hora da nossa Morte.” 

    O maior evento em toda história mundial foi a Encarnação do VERBO ETERNO pelo qual o Mundo foi remido e a paz foi restaurada entre DEUS e o homem. Nossa Senhora foi escolhida como instrumento para este extraordinário evento que se deu quando ela foi cumprimentada com a Saudação Angélica. O Arcanjo Gabriel, um dos príncipes liderantes da corte celeste, foi escolhido como embaixador desta boa nova.

    Observa-se, na Saudação Angélica, a fé e a esperança dos patriarcas, dos profetas e dos apóstolos. Ainda mais, dá constância e fortaleza aos mártires, é a sabedoria dos doutores da Igreja, a perseverança dos santos confessores e a vida de todos os religiosos (Bem-aventurado Alano de La Roche). É também um novo hino da lei da graça, a alegria dos Anjos e homens, o hino que amedronta demônios e os confunde na sua vergonha.

    Através da Saudação Angélica, DEUS se tornou Homem, uma virgem se tornou Mãe de DEUS, as almas dos justos foram libertadas do Limbo, enchendo, no Céu, os tronos vazios. Além disto, o pecado foi perdoado, a graça nos foi dada, os doentes foram curados, os mortos ressuscitaram, os exilados foram trazidos de volta ao seu lar, a ira da SANTÍSSIMA TRINDADE foi apaziguada e os homens obtiveram a vida eterna. 

    Finalmente, a Saudação Angélica é um arco-íris nos céus, um sinal de misericórdia e graça que DEUS dá ao Mundo. (Bem-aventurado Alano de La Roche) 

19º Capitulo - Extraído do Livro "O Segredo do Rosário" São Luiz M. Grignion de Montfort

Um comentário:

  1. Realmente a devoção mariana é o caminho certo para chegar a Jesus. Fiz a 1a.escravatura em 2009, na Solenidade da Santa Maria, mãe de Deus e renovei em 2011, gdes mudanças ocorreram na minha vida.
    Rosangela - Tijuca/RJ

    ResponderExcluir