terça-feira, 27 de março de 2012

Vigésima-Quinta Rosa - Tesouros de Santificação



Tesouros de Santificação

Nunca alguém poderá, de fato, compreender os ricos tesouros da santificação que estão contidos nas orações e nos mistérios do Santo Rosário. Esta meditação nos mistérios da vida e morte de Nosso SENHOR e SALVADOR JESUS CRISTO é a fonte dos mais maravilhosos frutos para aqueles que o meditam e rezam.

Hoje em dias, as pessoas querem coisas que causem impacto, que comovam e deixem profundas impressões na alma. Nunca houve algo em toda a história do mundo que seja mais comovente que a história maravilhosa da vida, morte e glória de NOSSO SENHOR que está contida no Santo Rosário. As quinze cenas principais ou mistérios de Sua vida abrem-se diante  de nossos olhos. Não há oração mais maravilhosa e sublime que a Oração do SENHOR (PAI Nosso) e a Saudação Angélica (Ave Maria)! Todos os nossos desejos e todas nossas necessidades são profundamente contidos nestas orações.

A meditação sobre os mistérios e as orações do Rosário é a mais fácil de todas as orações, porque a diversidade das virtudes de Nosso Senhor JESUS CRISTO e os diferentes estágios de Sua vida, que nós estudamos, refrescam e fortificam nossa mente de forma maravilhosa e nos auxiliam a evitar distrações.

Para as pessoas cultas estes Mistérios são fonte de mais profunda doutrina, mas as pessoas simples encontram um meio de instrução bem ao seu alcance.

Antes de progredirmos ao mais alto estado de contemplação, devemos aprender este método fácil de meditação. Esta é a opinião de São Tomás de Aquino e também o conselho que nos dá ao dizer que devemos lutar, como se fosse num campo de batalha, para aquisição de todas as virtudes que o Santo Rosário nos incita a imitar. O sábio Caetano diz que esta é a maneira pela qual alcançamos uma real união íntima com DEUS, pois sem esta união, o que teremos é uma ilusão perigosa que pode levar as almas à perdição.

Se só os Iluministas ou os Quietistas (1) de hoje seguisse este pequeno conselho, não cairiam tão vergonhosamente, nem teriam causado tantos escândalos e nem teriam perturbado a devoção de tantas pessoas boas. Pensar que é possível rezar orações que sejam mais eficazes e belas que o PAI Nosso e a Ave Maria é cair nas armadilhas de uma estranha ilusão do demônio.

(1) (N.T. – O Quietismo e o Iluminismo eram considerados heresias nos dias de S. Luís Montfort. Seus adeptos tanto de uma como de outra escola de pensamento possuíam uma ideia exagerada da inspiração divina e negavam a necessidade do esforço individual na vida espiritual. Madame Guillon era o expoente principal do Quietismo francês)

        Estas orações celestiais são o fundamento, a força e a salvaguarda de nossas almas, mas devo admitir que não é sempre necessário rezá-las vocalmente. É bem verdade que a oração mental é mais perfeita que a vocal, mas, acredite-me, é perigoso, para não se dizer fatal, deixar de rezar o Rosário voluntariamente, sobre o pretexto de uma união mais íntima com DEUS.

      Às vezes a alma que é muito orgulhosa, faz tudo que pode para crescer interiormente no mais algo grau de contemplação que os santos já alcançaram, pode ser enganada pelo astuto demônio a fim de desistir desta antiga devoção porque ela pensa que encontrou um bem maior. Então ela olha esta prática como inferior e que serve somente para almas inferiores e medíocres.

      Mas este tipo de alma deliberadamente têm-se feita surda às orações e saudações ensinadas a nós por um Arcanjo e mesmo à Oração que DEUS fez e que Ele mesmo ensinou: “Vós, pois, orai assim: PAI Nosso...” (Mt 6,9) Tendo assim alcançado um ponto tal que uma alma deixa-se levar de seu primeiro engano a outros ainda maiores, caindo de precipício em precipício.

   Creiam-me, queridos irmãos da Confraria do Rosário, se vocês genuinamente querem alcançar um mais alto de oração com toda honestidade e sem cair nas armadilhas que o demônio coloca para os que oram, rezem o Rosário todo diariamente, ou pelo menos o Terço.

    Se, pela graça de DEUS, você já alcançou um alto nível de oração, mantenha a prática de rezar o Santo Rosário se você permanecer neste estado e se deseja, através dele, crescer em humildade. Pois nunca ninguém que reza o Rosário diariamente se tornou um herege formal ou foi enganado pelo demônio. Esta é uma declaração que eu alegremente assino com meu sangue.

    Por outro lado, se DEUS Todo-Poderoso em Sua infinita misericórdia atrai você a Ele, forçosamente como Ele faz com alguns santos enquanto rezam o Rosário, abandone-se em Suas mãos e aproxime-se dEle. Deixe DEUS trabalhar e orar em você e deixe Ele rezar o Rosário de Sua maneira e isto será bastante pelo dia.

      Mas se você ainda pertence àqueles que estão num estado de contemplação ativa ou na oração usual de quietude, ou se deixa estar na presença de DEUS e amando-O, ainda mais, você tem todos os motivos deste mundo para rezar o Rosário. Ao invés de afastá-lo de sua oração mental ou impedir seu crescimento espiritual, o Rosário será de imenso auxílio a você. Ele será uma verdadeira escada de Jacó com quinze degraus e que em cada qual você subirá de virtude em virtude e de luz em luz. Assim, sem perigo de ser desviado, você facilmente virá a plenitude da idade de JESUS CRISTO.

29º Capitulo - Extraído do Livro "O Segredo do Rosário" São Luiz M. Grignion de Montfort  

Nenhum comentário:

Postar um comentário