terça-feira, 26 de novembro de 2013

Minutos que parecem séculos

 São tão dolorosas as penas do Purgatório que lá os minutos parecem séculos. Há nas revelações particulares tantos fatos impressionantes que comprovam isto. E demais que é a eternidade? Já não existe o tempo. Os minutos além desta vida são séculos para os que padecem naquelas chamas expiatórias.
       Conta Santo Antonino que um enfermo, vítima de dores atrozes, pedia sempre a morte. Julgava os seus sofrimentos terríveis e acima de toda força humana. Um Anjo lhe apareceu e disse: 
DEUS me mandou para te dizer que podes escolher um ano de dores na Terra, ou um só dia no Purgatório.
 Foi para o Purgatório. O Anjo foi consolá-lo e ouviu este gemido de dor: 
"Anjo ingrato, dissestes que ficaria no Purgatório um só dia e sinto que estou aqui há longos vinte anos pelo menos... Meu DEUS, como sofro!"
 O Anjo responde: 
Como te enganas" Teu corpo está ainda na Terra sem ter baixado à sepultura. A misericórdia de DEUS te concede ainda voltar para um ano de doença na Terra. Queres?
       - Mil vezes, sofrimentos maiores ainda na minha doença.
       Ressuscitou e durante um ano sofreu horrorosamente, mas com um paciência heróica até a morte.
       Este fato foi contado por Santo Antonino de Florença, o prodigioso taumaturgo.

Restos mortais de Santo Antonino de Florença - Basílica de São Marcos, Itália

(Mons. Ascânio Brandão - Tenhamos compaixão das Pobres Almas do Purgatório - Meditações para o mês das Santas Almas do Purgatório)

Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário