terça-feira, 4 de junho de 2019

Que seria de mim, meu DEUS...


"Que seria de mim, meu DEUS, se houvesse de morrer esta noite e comparecer em Vosso tribunal para dar-Vos contas! Estou eu em graça ou pecado mortal? Fiz boas confissões ou más? em que estado me acho? Tenho ódio a alguém ou retenho o alheio? Tenho o vício de jurar, de murmurar, de trabalhar nos dias santos ou de fazer ações imodestas? Cumpro os meus deveres, e emprego o tempo santamente? Que resposta dou a estas perguntas? AI DE MIM! Que rigoroso é o juízo em que devo ser apresentado, e quanto devo temer se não me arrepender e não me emendar agora que tenho tempo."

S. Antônio M. Claret



In, "O CAMINHO RETO" - pág. 45. 

Um comentário: