sábado, 22 de agosto de 2015

Meditação - Os três binários - Santo Inácio de Loyola


Oração preparatória, a habitual.


 A Oração preparatória é pedir graça a Deus nosso Senhor para que todas as minhas intenções, acções e operaçõessejam puramente ordenadas para serviço e louvor de sua divina majestade

Primeiro preâmbulo é a história de três binários de homens: cada um deles adquiriu dez mil ducados, não pura ou devidamente por amor de Deus, e querem todos salvar-se e achar em paz a Deus nosso Senhor, tirando de si o peso e impedimento que têm, para isso, na afeição à coisa adquirida.

 Segundo [preâmbulo], composição, vendo o lugar: será aqui ver-me a mim mesmo, como estou diante de Deus nosso Senhor e de todos os seus santos, para desejar e conhecer o que seja mais grato à sua divina bondade.

  Terceiro [preâmbulo], pedir o que quero. Aqui será pedir graça para escolher o que for mais para glória de sua divina majestade e salvação de minha alma.

   O Primeiro binário quereria tirar o afecto que tem à coisa adquirida, para achar em paz a Deus nosso Senhor e saber-se salvar, e não põe os meios até à hora da morte.
   O Segundo [binário] quer tirar o afecto, mas de tal modo o quer tirar que fique com a coisa adquirida, de maneira que venha Deus ali aonde ele quer, e não se determina a deixá-la para ir a Deus, ainda que este fosse o melhor estado para ele.
   O Terceiro [binário] quer tirar o afecto, mas de tal modo o quer tirar que também não tem afeição a ter a coisa adquirida ou não a ter, mas somente deseja querê-la ou não a querer, conforme Deus nosso Senhor lhe puser na vontade, e a si lhe parecer melhor para serviço e louvor de sua divina majestade; e, entretanto, quer fazer de conta que tudo deixa afectivamente, esforçando-se por não querer aquilo nem nenhuma outra coisa, se não o mover somente o serviço de Deus nosso Senhor; de maneira que o desejo de melhor poder servir a Deus nosso Senhor o mova a tomar a coisa ou a deixá-la.

    Fazer os mesmos três colóquios que se fizeram na contemplação precedente das Duas Bandeiras.
    Um colóquio a nossa Senhora para que me alcance graça de seu Filho e Senhor, para que eu seja recebido de baixo de sua bandeira, e primeiro em suma pobreza espiritual, e, se sua divina majestade for servido e me quiser escolher e receber, não menos na pobreza actual; segundo, em passar opróbrios e injúrias, para mais nelas o imitar,contanto que as possa passar sem pecado de nenhuma pessoa nem desprazer de sua divina majestade; e, depois disto,uma Ave Maria. Segundo colóquio. Pedir o mesmo ao Filho, para que mo alcance do Pai; e, depois disto, dizer Alma de Cristo.

 – Nota. É de notar que, quando nós sentimos afecto ou repugnância contra a pobreza actual, quando não somos indiferentes a pobreza ou riqueza, muito aproveita, para extinguir o tal afecto desordenado, pedir nos colóquios (ainda que seja contra a carne) que o Senhor o escolha para a pobreza actual; e que ele assim o quer, pede e suplica, contanto que seja para serviço e louvor da sua divina bondade.

Para isso, a saber, para que o Criador e Senhor opere mais seguramente na sua criatura, se porventura essa alma está afeiçoada e inclinada desordenadamente a uma coisa, é muito conveniente que, empregando todas as suas forças, se motive ao contrário daquilo a que se sente mal afeiçoada; e assim, se está inclinada a buscar e a ter um ofício ou benefício, não pela honra e glória de Deus nosso Senhor, nem pela salvação espiritual das almas,mas por seus proveitos próprios e interesses temporais, deve inclinar-se ao contrário, instando em orações e outros exercícios espirituais e pedindo a Deus nosso Senhor o contrário, a saber, que não quer esse ofício ou benefício nem outra coisa qualquer, se sua divina majestade, ordenando seus desejos, não lhe mudar a sua afeição anterior; de maneira que o motivo de desejar ou ter uma coisa ou outra seja só o serviço, a honra e a glória de sua divina majestade.


Retirado do livro Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola

Fonte:
http://paramaiorgloriadedeus.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário