sábado, 17 de março de 2018

DEZ REFLEXÕES DO SANTO PADRE PIO SOBRE A QUARESMA


Santo Padre Pio de Pietrelcina acompanha-nos também durante este período de mortificação, através da sabedoria de suas palavras.
1 – Precisamos entender a necessidade da guerra espiritual
Que sempre tenhamos diante de nossos olhos o fato de que aqui na Terra estamos em um campo de batalha e que é no paraíso que receberemos a coroa da vitória.
Que aqui é um banco de provas, o prêmio será outorgado lá em cima.
Que estamos agora em uma terra de exílio, enquanto nossa verdadeira pátria é o Céu a que devemos aspirar continuamente.
Satanás é um leão rugindo à procura de alguém para devorar e devemos manter isso sempre em mente durante a Quaresma.
2 – O Rosário é a arma secreta para a batalha
Empunhar o Rosário com firmeza. Ser gratos à Virgem porque foi ela quem nos deu Jesus.
Por amor à Virgem e para merecer o seu amor, rezar sempre o Rosário e com a maior frequência possível.
3 – A humildade é a chave mestra, a pureza o nosso escudo
A humildade é infinita. A pureza é poder. Imaginar a pureza e segui-la.
Estas também são armas na batalha. Humildade e pureza são as asas que nos levam a Deus e nos tornam quase divinos.
4 – Não espere êxito imediato
A vida espiritual é uma jornada longa. É o trabalho de toda a vida. Há que tomar um dia após o outro e encetar um passo de cada vez.
Se tropeças e cais, levanta-te imediatamente e segue adiante. Nunca desistas.
Na vida espiritual, deves dar um passo adiante a cada dia em uma linha vertical, de baixo para cima.
5 – Tua infelicidade não é tudo e tampouco tua felicidade é tudo
Não deixes que teus sentimentos determinem teus pensamentos sobre se estás fazendo progresso espiritual ou não.
As regras do mundo sobre felicidade e “sucesso” são completamente diferentes do progresso espiritual.
Mantenha teus olhos fixos nEle, que é teu guia para a pátria celestial, de onde Ele está a guiar-te.
O que te importa se Jesus deseja guiar-te para o céu através do deserto ou através do prado, conquanto Ele estiver sempre contigo e tu chegues a uma eternidade feliz?
6 – Desconecte das distrações para a Quaresma
Lê bons livros. Alimenta a alma.
Não me considero exigente demais se te peço mais uma vez para que estabeleças uma atividade de grande importância, ir aos livros sagrados e ler tanto quanto te sejas possível. Esta leitura espiritual é necessária para ti como o ar que respiras.
“É o limiar do Céu e o único sacrifício completo e final posto no momento presente, com seus benefícios aplicados às nossas necessidades”
7 – Preste atenção à Missa
O Senhor está presente. Não se trata apenas de uma “refeição familiar” ou uma conversa em que decidimos como vamos fazer do mundo um lugar melhor.
É o limiar do céu e o único sacrifício completo e final posto no momento presente, com seus benefícios aplicados às nossas necessidades.
Renova tua fé assistindo à missa. Mantém tua mente focada no mistério que está se desdobrando diante dos teus olhos.
O olho de tua mente irá transportar-te para o Calvário e medita sobre a vítima que se oferece à Justiça Divina, pagando o preço pela tua redenção.
Se soubéssemos como Deus se refere a este sacrifício, arriscaríamos nossas vidas por não estar presente em uma única missa.
8 – Tua disciplina durante a Quaresma
É um passo para que possas amar adequadamente as coisas que são eternas.
Portanto, não desanimes. Faze pequenos sacrifícios, mas dá-lhes de sua importância.
Aquele que se apega à terra permanece preso a ela. É pela violência que às vezes deves deixá-la.
É melhor desprender-se um pouco de cada vez, ao invés de tudo de uma só vez. Mas sempre temos que pensar no Céu.
9 – Não desanimes
Pensa que estás fazendo um bom trabalho porque Deus está fazendo isso dentro de ti.
Quando deres conta disso, esforça-te ainda mais em cooperar com a vontade de Deus e isto te levará ainda mais ao longo do caminho e com mais rapidez.
Humilhemo-nos e confessemos que se não fosse Deus nossa armadura e escudo, seríamos transpassados por todo tipo de pecados.
É por isso que temos que viver em Deus, perseverando em nossas práticas e aprender a servi-lo a nosso custo.
10 – Deves estar totalmente comprometido com o Senhor e Ele não falhará
Lembra-te da passagem da Bíblia: Confia no Senhor com todo teu coração e não te apoies em tua própria prudência. Em todos os teus caminhos, reconhece-O e Ele dirigirá o teu caminho.
Vamos tratar de servir o Senhor com todo nosso coração e vontade. Ele sempre nos dará mais do que merecemos.
Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário