quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Quarta-Feira de Cinzas

Resultado de imagem para quarta feira de cinzas

 Da cerimonia das cinzas tira o nome o primeiro dia da Quaresma. Simbolo de penitência são as cinzas, tanto no antigo testamento como na lei nova.
 Meménto, homo, quia pulvis es, et in pulverem revertéris; lembra-te, homem, que és pó, e em pó te tornarás; assim falou Deus ao primeiro homem na hora da sua desobediência e assim repete a Santa Madre Igreja, que nolas dirige. Palavras de espanto e terror para o pecador, fulminando-lhe a sua sentença irrevogável de morte, são palavras de suavidade e animação para o penitente, a quem diz S. João Crisóstomo, ensinam o caminho da penitência e conversão.
 Tomai um punhado de cinzas, disse Deus a Moisés e a Aarão, e atirae-as sobre o povo. Esta cinza assim espalhada foi,diz a Sagrada Escritura, como a semente dos flagelos do Egito, que em toda essa região causaram tão universal desolação.
 Mui diverso deve ser o efeito da cinza, hoje lançada sobre nossas cabeças pelos sacerdotes, que será aplacar a colera do Senhor, e valer- nos as suas graças e favores, excitando em nossos corações sentimentos de verdadeira penitência.
 Tal é o sentindo orações da Igreja que na benção das cinzas, que ensinam com que espirito religioso devemos recebe-las.
Começa o padre a benção das Cinzas com este verso do Salmo 68.
Ouvi-me, Senhor, porque benigna é a vossa misericórdia: segundo a multidão das vossas comiserações olha para mim.

Oração

Eterno Deus onipotente, continua o padre, tornai-vos propicio aos que vos rogam com sinceridade; perdoai aos pecadores arrependidos. Dignai-vos enviar vosso Santo Anjo lá em cima, e benzer e santificar estas cinzas; que sejam remédio salutar para quantos invocam vosso santo nome com humildade e contrição, confessando publicamente que são pecadores,e, possuídos de vivo pesar das suas ofensas, prostam-se hoje em vossa presença, implorando vossa misericórdia infinita. Concedei todos que receberem estas cinzas na cabeça invocando vosso nome santíssimo, além do perdão dos pecados , a saúde do corpo e da alma, por Jesus Cristo Nosso Senhor. Amém.
Ó Deus, que não quereis a morte dos pecadores, mas a sua conversão, lançai um olhar benigno sobre a fragilidade da natureza humana, e dignai-vos abençoar estas cinzas, que vão ser impostas sobre nossas cabeças, em sinal da humanidade de nossos corações e do perdão que esperamos; para que, reconhecendo que somos cinza, e que em pó havemos de tornar em castigo de nossas iniquidades, mereçamos alcançar de vossa misericordia a remissão de nossos pecados, e a recompensa que prometestes aos que fazem penitência. Por Jesus Cristo Nosso Senhor, amém.
Onipotente e sempiterno Deus, que concedestes a remissão de seus pecados aos ninivitas, que fizeram penitencia na cinza e cilicio, fazei que imitando-os alcancemos como eles o perdão de Nossos pecados. Por J.C.N.S.
Remata a Igreja esta benção das cinzas exortando aos fieis, com as expressões poéticas de Joel, a que tornem util e eficaz esta cerimonia.

Reformemo-nos exteriormente com a modéstia do trajo, na cinza, no cilicio; jejuemos com o sentimento de sincera contrição, emendas as culpas de nossa ignorância ou fraqueza, e mormente da nossa malicia, sem mais adiar nem esperar que nos pode a morte apanhar desprevenidos.

Retirado do livro: Manual Do Cristão Goffiné 1918 
 http://paramaiorgloriadedeus.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário