sexta-feira, 17 de abril de 2020

Catecismo Ilustrado - Parte 59 - Os Últimos Fins do Homem - A Morte do Justo e a do Pecador



Catecismo Ilustrado - Parte 59

Os Últimos Fins do Homem

A Morte do Justo e a do Pecador

1. Morte boa e feliz é a morte do cristão que está em estado de Graça

2. Morte desgraçada é a do pecador em estado de pecado mortal; é a suprema desgraça para o homem.

3. A Sagrada Escritura diz que a morte dos pecadores é péssima.

4. Péssima é: 1º porque o pecador sente muito deixar os bens temporais aos quais ele unicamente se afeiçoou, e que lhe lembram seus pecados; 2º porque há de sofrer em breve no Inferno o terrível castigo duma vida pecaminosa.

5. Morte péssima foi a de Herodes que nos é narrada nos Atos dos Apóstolos: “Ora, quando foi dia, houve não pequena perturbação entre os soldados, sobre o que tinha sido feito de Pedro. Herodes, tendo-o mandado buscar e não o encontrando, feito um inquérito aos guardas, mandou-os matar. Depois desceu da Judeia para Cesareia, e aí se demorou. Ora Herodes estava em conflito com os habitantes de Tiro e Sidônia. Mas estes, de comum acordo, foram ter com ele e, com o favor de Blasto, camareiro do rei, pediram a paz, porque o seu país era abastecido pelo rei. No dia marcado, Herodes, vestido de traje real, sentou-se sobre o trono e arengava-lhes; e o povo aplaudiu-o, dizendo: “É voz de um deus e não de um homem!”. Porém imediatamente o anjo do Senhor o feriu, porque não tinha dado glória a Deus e, roído de vermes, expirou”. (Atos XII, 19-24)

6. Péssima também foi a morte de Judas o traidor, cuja narração lemos nos mesmos Atos: “Naqueles dias, levantando-se Pedro no meio dos irmãos (o número das pessoas ali reunidas era cerca de cento e vinte), disse: “Irmãos, é necessário que se cumpra o que o Espírito Santo predisse na Escritura pela boca de David, acerca de Judas, que foi o guia daqueles que prenderam Jesus. Ele era um dos nossos, e tinha recebido a sua parte do nosso ministério. Este homem, depois de adquirir um campo com o dinheiro da sua iniquidade, tendo caído de cabeça, rebentou pelo meio e todas as suas entranhas se derramaram. Este fato tornou-se tão notório a todos os habitantes de Jerusalém, que aquele campo se ficou a chamar, na língua deles, Haceldama, isto é, Campo de Sangue”.” (Atos I, 15-20)
7. A Sagrada Escritura diz que a morte dos justos é preciosa aos olhos do Senhor.

8. A morte do justo é preciosa: 1º porque ela livra o justo de todos os males desta vida; 2º porque o justo ama a Deus e tem a consciência em paz; 3º porque o justo está para receber no Céu o prêmio das boas obras que praticou durante a vida.

Explicação da gravura

9. Representa a gravura a morte do justo, e a morte do pecador. O justo, resignado e sossegado, recebe as últimas consolações da Religião, cercado de parentes e amigos que oram por ele, animado pelo Santo Anjo da Guarda; Jesus Cristo e a Virgem Santíssima o contemplam do Céu, e o demônio, envergonhado e raivoso, foge para o Inferno.

10. O pecador repele com desprezo o sacerdote; o seu anjo da guarda afasta-se chorando, e os demônios cercam a cama, esperando o último suspiro do doente para se apoderarem da alma pecadora.

Índice das sessenta e oito gravuras


Sumário

1.- Introdução

O Símbolo dos Apóstolos


2.- A Santíssima Trindade
3.- A Criação
4.- Incarnação - Transfiguração
5.- Incarnação - Anunciação
6.- A Natividade
7.- A Redenção
8.- A descida aos Infernos
9.- A Ressurreição
10.- A Ascensão
11.- Jesus Cristo à direita de Deus Pai
12.- Juízo Final
13.- Pentecostes
14.- A Igreja
15.- A Comunicação dos Santos
16.- A Remissão dos pecados
17.- A Ressurreição da carne
18.- O Paraíso
19.- O Inferno

Os Sacramentos

20.- A Graça
21.- O Baptismo
22.- A Eucaristia
23.- A Confirmação
24.- A Penitência
25.- A Extrema-Unção
26.- A Ordem
27.- O Matrimônio

Os Mandamentos


28.- Os mandamentos da lei de Deus


29.- 1º Mandamento de Deus: Adorar a um só Deus e amá-Lo sobre todas as coisas


30.- 1º Mandamento (continuação): Adorar a um só Deus e amá-Lo sobre todas as coisas


31.- 2º Mandamento de Deus: Não invocar o Santo Nome de Deus em vão


32.- 2º Mandamento de Deus (continuação): Não invocar o Santo Nome de Deus em vão


33.- 2º Mandamento de Deus (continuação): Não invocar o Santo Nome de Deus em vão


34.- 3º Mandamento de Deus: Santificar os Domingos e Festas de preceito


35.- 3º Mandamento de Deus (continuação): Santificar os Domingos e as Festas de preceito

36.- 4º Mandamento de Deus: Honrar pai e mãe


37- 4º Mandamento de Deus: Honrar pai e mãe


38.- 4º Mandamento de Deus: Honrar pai e mãe

39.- 4º Mandamento de Deus: Honrar pai e mãe

40.- 5º Mandamento de Deus: Não Matar

41.- 5º Mandamento de Deus: Não Matar

42.- 5º Mandamento de Deus: Não Matar

43.- 6º Mandamento de Deus: Guardar a Castidade

44.- 7º Mandamento de Deus: Não furtar

45.- 7º Mandamento de Deus: Não furtar (continuação)

46.- 8º Mandamento de Deus: 8º Mandamento de Deus: Não levantar falso testemunho

47.- 8º Mandamento de Deus: 8º Mandamento de Deus: Não levantar falso testemunho

49.- 8º Mandamento de Deus: 8º Mandamento de Deus: Não levantar falso testemunho

50.- 8º Mandamento de Deus: 9º Mandamento de Deus: Não desejar a mulher do próximo


51 - 10º Mandamento de Deus: Não cobiçar as coisas alheias


52.- Os Mandamentos da Igreja - 1º Mandamento da Igreja: Ouvir Missa inteira nos domingos e dias de guarda


53.- Os Mandamentos da Igreja - 2º Mandamento da Igreja: Confessar-se ao menos uma vez cada ano - 3º Mandamento da Igreja: Comungar pela Páscoa da Ressurreição


54.- Os Mandamentos da Igreja - 4º Mandamento da Igreja: Jejuar quando manda a Igreja - 5º Mandamento da Igreja: Não comer carne nas sextas-feiras e nos sábados


Diversos

55.- A Oração
56 - A Oração Dominical - O Pai Nosso
57.- Ave Maria
58.- Os Novíssimos do homem
59.- A Morte - 
A Morte do Justo e a do Pecador
59.- O Juízo
60.- O pecado original
61.- Os pecados capitais
62.- Os pecados capitais
63.- Os pecados capitais
64.- As Virtudes teologais
65.- As Virtudes cardeais
66.- As Virtudes evangélicas
67.- As obras corporais de misericórdia
68.- As obras espirituais de misericórdia

Nenhum comentário:

Postar um comentário